Dicas para liderar equipas remotamente e manter a produtividade

Dicas para liderar equipas remotamente e manter a produtividade
11 June 2020 Rebeca

Dicas para liderar equipas remotamente e manter a produtividade

A transformação digital tem estado sem dúvida no centro da estratégia de muitas empresas durante a crise sanitária causada pela COVID-19. 

Mesa de para trabajo en remoto con un ordenador y cámara fotográfica

 

O ambiente, os modelos e os processos de trabalho sofreram uma mudança considerável. Portanto, a nível organizacional e sobretudo a nível de gestão, os métodos de liderança têm sido essenciais para lidar com esta situação superveniente. 

Como sabemos que o teletrabalho está aqui para ficar, queremos oferecer-lhe alguns conselhos para liderar este trabalho remoto e para manter a produtividade crescente. 

Liderar o trabalho à distância, uma tarefa mais fácil do que parece

A pessoa que exerce a função de liderança dentro da empresa tem o caminho mais construído do que pensa quando se trata de gerir a organização do escritório em casa. Para além das competências sociais, a tecnologia fornece-nos ferramentas que nos permitem uma gestão ágil, eficiente e produtiva das tarefas de rotina

Como liderar equipas remotamente? 

Videoconferencias con Google Meet, imagen con personas en una videollamada en directo

Canais abertos para ouvir e participar: Google Meet, uma boa escolha

Fazer com que a sua equipa se sinta ouvida é essencial para que o compromisso seja cumprido. O facto de os funcionários estarem fora do escritório não significa que estas reuniões de feedback ou mesmo propostas de melhoramento sejam esquecidas. 

O Google Meet pode ser utilizado para videoconferência para realizar reuniões ou encerrar projectos profissionais e também pode ser utilizado para videochamadas em grupo de monitorização semanal. A comunicação é um instrumento essencial para manter a equipa unida, seja qual for a situação. 

Utilizar tecnologia e ferramentas de colaboração como o G Suite Essentials

O ambiente cloud está a aproximar o trabalho de equipa. Como resultado, a eficiência e produtividade nas organizações que se movem na nuvem está a aumentar significativamente. 

É por isso que aderir ao veículo da transformação digital baseada na nuvem é algo que as empresas actuais têm de ter em conta, especialmente aquelas que, com a situação de crise causada pela pandemia, viram que estavam demasiado atrasadas em relação ao progresso do mundo. 

Google oferece G Suite Essentials, um conjunto de ferramentas de nuvem, incluindo Google Meet, Drive, Docs, Slides, e outras aplicações que dão às organizações a capacidade de se manterem ligadas as suas equipas a partir de qualquer dispositivo, em qualquer lugar. 

Persona leyendo mientras un gato pasa alrededor de un Chromebook

Dotar o pessoal com equipamento eficiente e funcional como o Chromebook

O teletrabalho tem de ser implementado com uma utilização de meios que apoiem a nossa actividade de rotina e nos permitam continuar a trabalhar como o faríamos a partir do escritório. 

No entanto, o facto de precisarmos de um dispositivo poderoso não significa que o investimento tenha de somar números assustadores

Os dispositivos Chromebook utilizam o sistema operativo Chrome OS desenvolvido pela Google e está pensado para ser usado inteiramente na nuvem. 

Estes computadores são bastante acessíveis e são também para multi utilizadores, o que significa que complementam outros dispositivos, tais como smartphones ou tablets, onde utilizamos os serviços Google. 

Manos entrelazadas como símbolo de confianza en el trabajo en remoto

Gera empatia, confiança e calma

Ao longo de todo o post temos vindo a aconselhar ferramentas tecnológicas que favorecem o trabalho a partir de casa. Contudo, devemos ter em conta o facto de que, independentemente da tecnologia, as competências sociais e a gestão das emoções desempenham um papel crucial para manter a equipa ligada

Portanto, gerar confiança na equipa e fazê-los sentir-se sempre acompanhados. As situações de mudança geram incerteza, pelo que a opção por um clima de confiança acrescenta pontos à relação gestor-colaborador.

Além disso, a empatia é outra virtude que a pessoa que detém a liderança empresarial deve levar ao seu nível máximo. Nunca faça aos outros aquilo que não gostaria que lhe fizessem a si. Com isso em mente, o caminho para um compromisso mais forjado seria mais do que garantido. 

Que outros métodos está a utilizar para liderar a sua equipa? Já trabalhou com algumas das ferramentas que citamos no início do post? 

 

 

0 Comments

Leave a reply